Última hora

Última hora

Cisjordânia: O vídeo da discórdia

Um vídeo publicado na internet de um suposto soldado israelita a bater numa criança palestiniana tornou-se viral mas está a levantar questões.

Em leitura:

Cisjordânia: O vídeo da discórdia

Tamanho do texto Aa Aa

Um vídeo publicado na internet de um suposto soldado israelita a bater numa criança palestiniana tornou-se viral mas está a levantar questões. A situação parece tirada de um filme, e há mesmo quem se questione se esta é uma nova produção de “Pallywood”, um jogo entre as palavras “palestiniano” e “Hollywood”.

Presume-se que a jovem que aparece no vídeo, a morder o braço do, alegado soldado, seja Ahed Tamimi, filha de dois ativistas palestinianos e que aparece noutros vídeos. Ahed Tamimi recebeu o Prémio Hanzala para a coragem, atribuído pela Turquia, pela sua bravura ao enfrentar soldados israelitas, aquando de tentativas de detenção do seu irmão e da sua mãe. Momentos também filmados por câmara.

O vídeo está a circular como tendo sido filmado durante as manifestações, que acontecem todas as sextas-feiras, em Nabi Saleh, na Cisjordânia, desde 2009, pedindo o fim da ocupação israelita e da política de expansão dos colonatos jucaicos em territórios que os palestinianos consideram seus.

Outras fontes:
http://israelitkan.ning.com/
http://www.amnistia-internacional.pt/index.php?option=com_wrapper&view=wrapper&Itemid=126&sf_pid=a077000000NkECqAAN
http://legalinsurrection.com/2014/07/pallywood-now-pallywooding-alleged-israeli-pallywooding/