Última hora

Última hora

Rossi estreia-se a vencer em Silverstone e recupera liderança do mundial

Há duas semanas, a vitória de Jorge Lorenzo no Grande Prémio da República Checa valeu-lhe a liderança do mundial de pilotos mas Valentino Rossi nunca

Em leitura:

Rossi estreia-se a vencer em Silverstone e recupera liderança do mundial

Tamanho do texto Aa Aa

Há duas semanas, a vitória de Jorge Lorenzo no Grande Prémio da República Checa valeu-lhe a liderança do mundial de pilotos mas Valentino Rossi nunca foi conhecido por baixar os braços facilmente. Este domingo o italiano recuperou o primeiro lugar com a sua primeira vitória no Grande Prémio da Grã-Bretanha em dez anos.

Rossi festejou a primeira vitória da carreira no circuito de Silverstone (os cinco triunfo na Grã-Bretanha tinham todos acontecido em Donington) mas até foi Lorenzo quem partiu melhor. Contrariamente ao que aconteceu em Brno, no entanto, o espanhol não conseguiu deixar os rivais para trás.

Antes pelo contrário, logo na segunda volta foi ultrapassado por Rossi e Marc Márquez e nunca mostrou ser capaz de acompanhar o ritmo imposto na frente.

A vitória discutia-se assim a dois, se bem que o bicampeão do mundo nunca conseguiu verdadeiramente incomodar o italiano. Quando forçava o andamento, Márquez caiu sozinho e disse desde logo adeus ao título mundial.

Já Rossi seguiu tranquilo até final, seguido de Danilo Petrucci. O italiano, que tinha como melhor resultado um oitavo lugar, surpreendeu tudo e todos em Inglaterra.

O pódio ficou completo com Dovizioso. Lorenzo foi quarto e está agora a 12 pontos de Rossi no mundial.

Zarco arrasador, Miguel Oliveira volta a desiludir

Na Moto dois, no entanto, só há um verdadeiro candidato ao título. Johann Zarco está cada vez mais próximo de se sagrar campeão do mundo, festejou em Silverstone a quinta vitória da temporada.

A luta entre Zarco, Álex Rins e Tito Rabat pela primeira posição durou apenas sete voltas, o tempo que o francês precisou para deixar os dois espanhóis irremediavelmente para trás. Seguiu-se um passeio até cortar a linha da meta, um pouco à imagem do campeonato do mundo.

A seis corridas do final, Zarco tem 85 pontos de vantagem sobre Álex Rins.

Na Moto três, Miguel Oliveira terminou na 13ª posição, Danny Kent foi o vencedor.

A primeira vez de Silverstone

O primeiro Grande Prémio da Grã-Bretanha teve em Silverstone em 1977. A corrida fechou a temporada e acabou por ser o último grande prémio do maior campeão de todos os tempos.

A corrida nasceu para substituir a prova mais icónica e prestigiada do calendário, o Grande Prémio da Ilha de Mann. O circuito ainda hoje é uma referência do motociclismo, em boa parte devido ao seu perigo. O mesmo perigo que o levou a ser considerado demasiado perigoso para o Campeonato do Mundo e boicotado por vários pilotos, entre os quais um tal de Giacomo Agostini.

Para que o país não perdesse o seu lugar no mundial, foi criado o Grande Prémio da Grã-Bretanha. A primeira corrida teve lugar a 14 de agosto de 1977, em Silverstone. Pat Hennen foi o vencedor, ironicamente acabou por ser a última corrida de Agostini. O italiano despediu-se com um nono lugar.

Febvre faz a festa em Assen

Há quem se aproxime a passos largos do título mundial e há quem já o tenha nas mãos. É o caso de Romain Febvre. O francês tem dominado por completo o Campeonato do Mundo de motocrosse e o segundo lugar no Grande Prémio da Holanda foi o suficiente para fazer desde já a festa. Shaun Simpson foi quem subiu ao lugar mais alto do pódio em Assen.