Última hora

Última hora

Governo polaco junta-se à corrida pelo comboio nazi desaparecido

É um cenário que faz sonhar, mas não exatamente por causa do impressionante castelo de Ksiaz. Pelo menos, não desde que dois caçadores de tesouros

Em leitura:

Governo polaco junta-se à corrida pelo comboio nazi desaparecido

Tamanho do texto Aa Aa

É um cenário que faz sonhar, mas não exatamente por causa do impressionante castelo de Ksiaz. Pelo menos, não desde que dois caçadores de tesouros apareceram em Walbrzych, na Polónia, a dizer que está escondido nesta zona um comboio nazi cheio de preciosidades e armamento. O facto de o próprio governo polaco anunciar que vai mobilizar recursos militares para apurar se é verdade ou não, ajudou centenas de curiosos a invadir as imediações do castelo.

Ed White, jornalista do Daily Mail, salienta que esta estória “tem todos os ingredientes de um thriller”, por isso tem feito correr tanta tinta. Há décadas que as lendas locais dizem que, na primavera de 1945, um conjunto de vagões desapareceu num túnel por debaixo do castelo. Os museus da região têm beneficiado com esta febre do ouro, que já levou as autoridades a isolar uma área de três hectares.

Tudo se agravou quando um responsável pelo património nacional veio dizer que as deteções por radar comprovam a 99% a existência do comboio. Na verdade, o regime nazi construiu um complexo subterrâneo sob o castelo para onde, segundo a lenda, foi desviada parte da linha ferroviária rumo a Breslávia.