Última hora

Última hora

Astúrias 2015: Ordem Hospitaleira de S. João de Deus vence prémio da Concórdia

O Prémio Princesa das Astúrias 2015, na categoria da Concórdia foi atribuído à Ordem Hospitaleira de S. João de Deus. Um prémio que destaca os

Em leitura:

Astúrias 2015: Ordem Hospitaleira de S. João de Deus vence prémio da Concórdia

Tamanho do texto Aa Aa

O Prémio Princesa das Astúrias 2015, na categoria da Concórdia foi atribuído à Ordem Hospitaleira de S. João de Deus.
Um prémio que destaca os direitos humanos, a paz e a solidariedade. O Presidente do júri, Javier Fernández Fernández, fez o anúncio oficial na cidade de Oviedo, em Espanha: “Presente em mais de 50 países, concentra-se nos tempos difíceis que o mundo enfrenta hoje em dia, em questões tão sensíveis como a epidemia do vírus Ébola, a crise migratória e proteção dos mais pobres, em risco de exclusão”.

A Ordem Hospitaleira de S. João de Deus é uma ordem católica fundada em 1572 – conhecida como ordem joanina. Recorde-se que os dois missionários espanhóis que contraíram o vírus Ébola, Manuel García Viejo e Miguel Pajares, falecidos no Hospital Carlos III, em Madrid, pertenciam a esta Ordem religiosa de S. João de Deus. Foram infetados em missão, na Serra Leoa e na Libéria.

Cada um dos galardoados destes prémios recebe 50 mil euros e uma estatueta desenhada por Joan Miró. A cerimónia oficial de entrega dos prémios acontece no próximo mês de outubro.
A Concórdia é a última das oito categorias premiadas pela fundação espanhola e foi criada em 1980.