Última hora

Última hora

O novo filme de Keanu Reeves apresentado no Festival de Cinema Americano de Deauville

Em leitura:

O novo filme de Keanu Reeves apresentado no Festival de Cinema Americano de Deauville

Tamanho do texto Aa Aa

O Festival de Cinema Americano de Deauville, em França, presta homenagem a Keanu Reeves. Aos 51 anos, o protagonista de “Matrix” é uma das estrelas

O Festival de Cinema Americano de Deauville, em França, presta homenagem a Keanu Reeves.

Point of view

Tenho tido a sorte de poder trabalhar como ator tanto para grandes produções como para filmes independentes. Espero poder continuar assim.

Aos 51 anos, o protagonista de “Matrix” é uma das estrelas favoritas do público norte-americano. A carreira do ator canadiano inclui grandes produções de Hollywood mas também filmes de autor.

Keanu Reeves esteve em Deauville para apresentar o novo filme “Knock Knock”.

“Tenho tido a sorte de poder trabalhar como ator para grandes produções e em filmes independentes. Espero poder continuar assim. Este Festival é fantástico e permite partilhar com o público uma grande variedade de filmes”, disse Keanu Reeves.

O Festival de Deauville organizou uma retrospetiva dos filmes de Keanu Reeves. Para o diretor do evento, o ator canadiano incarna a riqueza do cinema americano.

“Ele é ao mesmo tempo o ator de Matrix e de ‘A caminho de Idaho’. Ele é também o cavaleiro em ‘Ligações Perigosas’ e atua em ‘Knock Knock’ que é uma espécie de ‘Funny Games’, mas ao contrário. O cinema americano não tem limites”, disse Bruco Barde.

Em estreia mundial em Deauville, “Knock Knock” do realizador Eli Roth conta a história do sequestro de um pai de família por duas mulheres.

A longa-metragem “Life” de Anton Corbijn é outro dos destaques do festival de Deauville. O filme desenrola-se em Nova Iorque, nos anos 50, e gira em torno do encontro entre o fotógrafo Dennis Stock e o ator James Dean.

“Não é uma filme biográfico. ‘Control’ era uma filme biográfico sobre Ian Curtis. Fiz este filme por razões diferentes. Estava interessado na relação entre o fotógrafo e o sujeito fotografado. Neste caso, o sujeito é o James Dean, o que é uma vantagem”, admitiu Anton Corijn.

O ator norte-americano Dane DeHaan incarna o papel de James Dean.

“O filme retrata dois artistas que são muito diferentes mas que aprendem um com o outro. Penso a minha relação com o Robert é idêntica. Não pensamos da mesma forma mas aprendemos com essa experiência”, disse Dane DeHaan.

Apresentado fora da competição, “Life“chega às salas de cinema europeias no outono.