Última hora

Última hora

Venezuela: Maduro oferece asilo a sírios depois de ter expulsado milhares de colombianos

Em leitura:

Venezuela: Maduro oferece asilo a sírios depois de ter expulsado milhares de colombianos

Venezuela: Maduro oferece asilo a sírios depois de ter expulsado milhares de colombianos
Tamanho do texto Aa Aa

“Quero que venham 20 mil sírios – famílias sírias – para a nossa Pátria, partilhar esta terra de paz, esta terra de Cristo, esta terra de Bolívar, trabalhar connosco”, isso mesmo afirmou Nicolas Maduro.

O presidente venezuelano está disposto a abrir as portas aos refugiados sírios, depois de ter fechado as fronteiras com a Colômbia, em agosto, e reenviado para o país vizinho mais de 1300 colombianos. A medida integra-se numa ofensiva venezuelana de combate ao banditismo e ao contrabando.

Quero que venham 20 mil sírios partilhar esta terra de paz, esta terra de Cristo, esta terra de Bolívar - Nicolas Maduro

A ONU estima que, desde então, mais 15 mil colombianos fugiram para a terra natal, levando consigo os poucos pertences que tinham – e deixando imagens que chocaram a América Latina.

O socialista Maduro, um apoiante de Bashar Al-Assad, aceitou, esta segunda-feira, a oferta do Brasil, para mediar o conflito, no mesmo dia em que, pela primeira vez desde 19 de agosto, permitiu a reentrada no país de certos colombianos, a quem concedeu autorizações especiais, como estudantes ou alguns trabalhadores.