Última hora

Última hora

Munique atinge "capacidade máxima" para acolher refugiados

A cidade de Munique atingiu a “capacidade máxima” de acolhimento de refugiados, segundo as autoridades alemãs. A capital da região da Baviera viu

Em leitura:

Munique atinge "capacidade máxima" para acolher refugiados

Tamanho do texto Aa Aa

A cidade de Munique atingiu a “capacidade máxima” de acolhimento de refugiados, segundo as autoridades alemãs.

A capital da região da Baviera viu chegar, só este sábado, 13.000 pessoas, um fluxo que iguala o recorde atingido a 6 de setembro, quando o governo alemão decidiu abrir as portas aos refugiados que fogem de zonas de conflito.

Um porta-voz da polícia de Munique explica que agora a prioridade é “distribuir o máximo de migrantes por outras partes do país ou da Baviera, em função das capacidades de acolhimento, para libertar espaço para poder albergar outras pessoas, pelo menos durante uma noite”.

O governo regional da Baviera tinha previsto reunir-se hoje de forma extraordinária para procurar soluções de emergência para os milhares de refugiados que chegam ao país. Esta segunda-feira, a crise migratória será debatida numa reunião de urgência dos ministros do Interior e da Justiça dos 28 países da União Europeia, em Bruxelas.