Última hora

Última hora

Menores aumentos no vestuário ajudam a estagnar inflação no Reino Unido

A inflação do Reino Unido manteve-se estagnada em agosto. De acordo com o Gabinete Nacional de Estatísticas (ONS, na sigla original), o índice de

Em leitura:

Menores aumentos no vestuário ajudam a estagnar inflação no Reino Unido

Tamanho do texto Aa Aa

A inflação do Reino Unido manteve-se estagnada em agosto. De acordo com o Gabinete Nacional de Estatísticas (ONS, na sigla original), o índice de preços junto ao consumidor britânico (IPC) fixou-se em agosto nos 0,0 por cento, a 12 meses, depois de no mês anterior (julho de 2015) o mesmo índice ter registado uma taxa de 0,1 por cento.

[[ Relatório de agosto de 2015 da inflação no consumo britânico ]]

Um menor crescimento do preço do vestuário face a agosto do ano passado foi a principal razão da ligeira quebra do IPC para a linha de água. Houve também alguma influência por parte da flutuação do preço dos combustíveis e das tarifas marítimas.

(“IPC estagnado (0,0 por cento de crescimento) em agosto, ao ano, caindo dos 0,1 por cento de crescimento em julho”)

O aumento dos preços nos refrigerantes e no mobiliário compensou de forma parcial a queda do índice britânico. A estagnação do IPC não parece, contudo, estar a afetar o setor imobiliário, que é analisado à margem do IPC. O preço médio da habitação no Reino Unido situa-se agora nas 282.000 libras (cerca de 384.000 euros).

(“O preço das casas cresceu 5,6 por cento em Inglaterra, 0,3 por cento no País de Gales, 7,4 por cento na Irlanda do Norte e caiu 1,3 por cento na Escócia”)