Última hora

Última hora

Migração: Mediterrâneo mata mais 22 refugiados

Um barco com migrantes que tentava a passagem da Turquia para a Grécia naufragou. A guarda costeira conseguiu salvar 211 pessoas

Em leitura:

Migração: Mediterrâneo mata mais 22 refugiados

Tamanho do texto Aa Aa

Nova tragédia no mediterrâneo. Pelo menos, 22 pessoas, entre as quais 4 crianças, morreram no naufrágio de um barco com migrantes que tentava a passagem da Turquia para a Grécia.

Point of view

Quando crianças de 3 anos vêm dar à costa da Europa é toda a Europa que se afunda. (...) Precisamos de uma outra política e, infelizmente, a Europa de hoje não a tem - Alexis Tsipras

A guarda costeira conseguiu salvar 211 pessoas e continua a tentar encontrar mais sobreviventes.

A embarcação naufragou quando tentava a travessia entre a região turca de Datça e a ilha grega de Kos.

Alexis Tsipras*, o ainda primeiro-ministro grego, fala da falência da Europa em termos de imigração: “Quando crianças de três anos vêm dar à costa da Europa é toda a Europa que se afunda. Temos de assumir uma responsabilidade coletiva enquanto família europeia e encontrar uma solução. Não podemos pensar que isto se passa na casa do vizinho e que não temos nada a ver com isso. É por isso que precisamos de fundos, de reforçar as infraestruturas… Precisamos de uma outra política e, infelizmente, a Europa de hoje não a tem.”

A Grécia é um dos países mais confrontados com a chegada de migrantes. Ainda este fim-de-semana, a guarda costeira grega levou a cabo 58 operações no Mediterâneo e salvou 1429 refugiados.

“Ouvimos nas notícias que fecharam as fronteiras, ou algo assim, mas não temos alternativa: ou avançamos ou voltamos à nossa morte”, explica um refugiado sírio.

Segundo a Organização Mundial das Migrações, desde o início do ano, mais de 357 mil pessoas fizeram a travessia do Mediterrâneo em busca do el dorado europeu.

  • Extrato da entrevista exclusiva de Alexis Tsipras, à euronews. A ver, esta terça-feira, em Global Conservation, a partir das 19h40, hora de Lisboa