Última hora

Última hora

Copiar nos exames: Os métodos de batota e contra a batota

Com a evolução da tecnologia, as formas de copiar estão cada vez mais criativas. A China até já recorreu a drones, para tentar acabar com os

Em leitura:

Copiar nos exames: Os métodos de batota e contra a batota

Tamanho do texto Aa Aa

Com a evolução da tecnologia, as formas de copiar estão cada vez mais criativas. A China até já recorreu a drones, para tentar acabar com os copianços nos exames.

África do Sul: copiar nos exames

O sistema de ensino da África do Sul é considerado um dos piores do mundo. As escolas têm poucos recursos. Todos os anos, mais de 700 mil alunos que terminam o liceu fazem os exames nacionais. Passar nestes exames e conseguir um certificado é o mínimo necessário para arranjar um emprego ou entrar na universidade, mas existem sempre escândalos relacionados com fraude.

Espanha: a praga do plágio

A Internet tornou tudo mais fácil e tentador – alunos de todo o mundo copiam nos trabalhos. Alguns tiram frases inteiras ou parágrafos da internet, outros compram conteúdos de terceiros.
Várias universidades estão a tentar lutar contra esta tendência recorrendo a software anti-plágio.
A Universidade Aberta da Catalunha, em Espanha, tem vindo a aperfeiçoar o software anti-plágio, ao longo dos últimos cinco anos, para dificultar a vida aos alunos que pretendem copiar

Índia: testar os limites

Este ano, o Supremo Tribunal da Índia chocou os estudantes de todo o país ao cancelar os exames de admissão à faculdade de medicina, por alegações de fraude. Os candidatos utilizaram telemóveis e dispositivos Bluetooth para conversar com médicos – que foram pagos para os ajudar durante todo o exame.