Última hora

Última hora

Feira da Ciência Google: Adolescentes vão mudar o mundo

As ideias mais estranhas de crianças podem transformar-se em verdadeiros projetos de investigação com o potencial para oferecer glória, dinheiro e

Em leitura:

Feira da Ciência Google: Adolescentes vão mudar o mundo

Tamanho do texto Aa Aa

As ideias mais estranhas de crianças podem transformar-se em verdadeiros projetos de investigação com o potencial para oferecer glória, dinheiro e sucesso no futuro profissional. No dia 22 de setembro a Google anunciou os vencedores da 5a edição da sua feira anual de ciência Google Science Fair, um concurso ‘online’ para inventores adolescentes do mundo inteiro. 22 finalistas dos 13 aos 18 anos foram reconhecidos na sede da Google, em Mountain View, na Califórnia.

A Google afirma que o objetivo desta “feira da ciência” é inspirar a curiosidade cientifica e a exploração entre os mais jovens. O tema deste ano foi “é a tua vez de mudar o mundo”.

Os 22 jovens cientistas de todo mundo que mostraram os seus projetos para tentar chegar à final e ganhar vários prémios, entre eles uma estadia nos estúdios de ‘design’ da Lego na Dinamarca ou uma viagem até às ilhas galápagos com a National Geographic. O grande vencedor teve direito a uma bolsa de estudo no valor de 50 mil dólares.

Projetos em destaque este ano

Vaxxwagon, invenção de Anurudh Ganesan. O rapaz indiano de 15 anos desenvolveu uma solução autoalimentada que pode salvar vidas. O Vaxxwagon é uma unidade de refrigeração especial que depende da compressão de vapor. Ganesan chama-lhe sistema de transporte “sem gelo e sem eletricidade” porque pode manter uma temperatura constante durante horas ao ser puxada por pessoas ou animais. O adolescente desenvolveu o sistema para ser autoalimentado com energia gerada pelas rodas em que está montado. O jovem afirma que o Vaxxwagon pode manter uma temperatura de entre 2 a 8 graus célsius, o ideal para conservar vacinas.

Ganesan inspirou-se num acontecimento da sua vida, quando era mais novo. Os avós andaram com ele no colo durante 16 quilómetros para perceberam depois que as vacinas que encontraram estavam estragadas por causa do calor. Ele não perdeu a vida porque encontrou outra solução, mas muitas outras crianças morrem por causa deste problema.

Bot2karot, pronunciado do francês “botte de carrotte” [molho de cenouras] é um robô jardineiro inventado por Eliott Sarrey, um rapaz francês de 14 anos.

Eliott construiu o robô parecido com um trator através do seu próprio desenho com um programa de 3 dimensões e depois deu-lhe forma às peças com uma impressora 3D e um berbequim. Demorou três meses a terminar o projeto.

O braço articulados permite aos jardineiros evitar dobrarem-se e magoarem as costas e permite a todo a gente fazer jardinagem, incluindo deficientes.

Controlado por um ‘smartphone’, pode cavar, cortar plantas e regar. Tem um controlo parecido com os dos jogos depois de Elliot ter visto os amigos a jogar na escola. A vantagem aqui é que não precisam de sujar as mãos para plantar e permite criar uma horta sustentável com eficiência de água e energia.

RevUp é o software criado por Girish Kumar, de 17 anos, originária de Singapura. Analisa qualquer texto e gera automáticamente questões.

E o grande prémio vai para...

Olivia Hallisey, de 16 anos, natural dos Estados Unidos, ganhou o principal prémio da Feira de Ciência da Google 2015 – uma bolsa de estudo no valor de 50 mil dólares. A rapariga que está agora a entrar na escola secundária em Greenwich, Connecticut criou um teste de diagnóstico para Ébola que não necessita de refrigeração.

Video Google a explicar a competição