Última hora

Última hora

Refugiados: Croácia e Sérvia à beira de conflito diplomático

Zagreb não tem mãos a medir para processar os migrantes que tencionam pedir asilo em solo europeu e a crise está a originar um conflito diplomático

Em leitura:

Refugiados: Croácia e Sérvia à beira de conflito diplomático

Tamanho do texto Aa Aa

Zagreb não tem mãos a medir para processar os migrantes que tencionam pedir asilo em solo europeu e a crise está a originar um conflito diplomático entre a Croácia e a Sérvia.

Mais de 30 mil migrantes, a maioria refugiados, entraram na Croácia desde a última terça-feira quando a Hungria decidiu encerrar a fronteira.

Só entre ontem e hoje o centro de acolhimento de Opatovac recebeu entre 2 mil e 3 mil pessoas.

As autoridades Croatas não têm capacidade de resposta para tanta gente. Os migrantes queixam-se. “Na Grécia, na Macedónia e na Sérvia, temos a cruz vermelha, encontramos muita gente. Tinham cobertores para crianças e mulheres, aqui não está cá ninguém”, diz um sírio.

O ministro croata do Interior, Ranko Ostojic, acusou os sérvios de organizarem o transporte de migrantes diretamente para o país. Zagreb decidiu impedir a entrada de veículos pesados de mercadorias oriundos do posto fronteiriço sérvio de Batrovci.

Face a elevados prejuízos financeiros, Belgrado anunciou que tenciona retaliar, o governo reúne-se de emergência esta terça-feira e está pronta a recorrer a todos os meios legais para defender o país.