Última hora

Em leitura:

Mundial de Râguebi: Nova Zelândia muda 12 para enfrentar a "sonhadora" Namíbia


Desporto

Mundial de Râguebi: Nova Zelândia muda 12 para enfrentar a "sonhadora" Namíbia

A Nova Zelândia cumpre esta quinta-feira a segunda jornada do Grupo C no Mundial de râguebi, que está a decorrer em Inglaterra. Depois de vencer a Argentina a abrir (26-16), os atuais detentores do título defrontam agora a Namíbia, que, à quarta participação no torneio, ainda procuram o primeiro triunfo num Mundial.

O selecionador dos “All Blacks” vai aproveitar o modesto adversário para rodar a equipa, a começar pelo capitão. Richie McCaw vai para o banco e Sam Cane será o líder da equipa diante dos africanos.

Steve Hansen promete, ainda assim, total respeito pela Namíbia. “Vamos respeitar a Namíbia ao máximo porque é o que merecem como qualquer outro adversário. O râguebi é divertido. O desporto é divertido, como foi sublinhado, se não nos prepararmo devidamente podemos ter surpresas. Não podemos esperar que as pessoas joguem um jogo físico como o râguebi e que estejam prontas quatro dias depois sem pagar um preço mais tarde. Tentamos usar todo o plantel. Temos muita confiança em todos os jogadores”, afirmou Hansen.

Ao todo, vão ser 12 as alterações no “15” da Nova Zelândia, repetindo o recorde estabelecido pelos “All Blacks” há oito anos, curiosamente, após um jogo com Portugal e antes de enfrentar a Escócia.

Já do lado da Namíbia, vão estar 8 amadores, incluindo 4 estudantes, entre os “15” de Phil Davies. Ainda há procura do primeiro triunfo num Mundial, os africanos carregam o sonho de vencer os campeões do Mundo e repetir a surpresa conseguida pelo Japão diante da África do Sul no arranque deste torneio.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

Desporto

Diego Costa suspenso três jogos, Gabriel Paulista despenalizado