Última hora

Última hora

Forças sírias estão a usar caças russos contra o Estado Islâmico

As forças de Bashar al-Assad estão a usar caças recentemente fornecidos pela Rússia para bombardear posições dos extremistas do Estado Islâmico na

Em leitura:

Forças sírias estão a usar caças russos contra o Estado Islâmico

Tamanho do texto Aa Aa

As forças de Bashar al-Assad estão a usar caças recentemente fornecidos pela Rússia para bombardear posições dos extremistas do Estado Islâmico na província de Aleppo, no norte da Síria.

A informação é avançada pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos, que diz que o objetivo é tentar quebrar o cerco dos “jihadistas” à base de Kweiris.

O analista político Vyacheslav Matuzov não acredita que Moscovo avance com um envolvimento militar direto na Síria; diz que “a Rússia efetuou uma mudança qualitativa no seu comportamento” mas, embora “em alguns círculos militares exista quem tenha vontade de lutar”, a Rússia “não precisa de um segundo Afeganistão”.

O chefe do Pentágono afirmou que Washington e Moscovo podem encontrar “áreas de cooperação” acerca da Síria. Barack Obama e Vladimir Putin encontram-se na segunda-feira à margem da Assembleia Geral da ONU.

O porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, disse que o presidente norte-americano “vai deixar claro que os esforços redobrados da Rússia para apoiar Assad são uma aposta perdedora (…) que pode amplificar a crise e não serve os interesses, nem dos russos, nem dos norte-americanos”.

Apesar de não negar o fornecimento de equipamento militar ao regime de Assad, o Kremlin nega estar a reforçar a presença militar para proteger o presidente sírio – seu aliado – e diz pretender apenas assistir na luta contra o Estado Islâmico.