Última hora

Última hora

Jaguar desvenda carro supersónico que pode atingir os 1600 km/hora

A Jaguar desvendou esta semana, em Londres, o “Bloodhound Supersonic Jet”, um carro híbrido entre um monovolume da Fórmula 1 e uma auténtica nave

Em leitura:

Jaguar desvenda carro supersónico que pode atingir os 1600 km/hora

Tamanho do texto Aa Aa

A Jaguar desvendou esta semana, em Londres, o “Bloodhound Supersonic Jet”, um carro híbrido entre um monovolume da Fórmula 1 e uma auténtica nave espacial oriunda dos melhores filmes da Guerra das Estrelas. Pelo menos essa é a ideias que nos assalta quando assistimos às primeiras imagens deste projeto que conta com o apoio do Ministério da Defesa britânico .

O “Bloddhound Supersonic Jet” é resultado de 8 anos de investigação e produçãso. O veículo está previsto atingir os 1600 km/hora e, para isso, recorre à combinação do motor Rolls Royce de um Eurofighter, um avião caça a jato, com um motor Jaguar V-8. “Nós fornecemos o EJ 200 que dá a principal propulsão ao veículo”, afirmou Philip Dune, o ministro de Estado que representou o Ministério da Defesa na apresentação do novo carro.

A primeira missão do “Bloodhound Supersonic jet” está marcada para 15 de outubro. O novo protótipo da Jaguar vai tentar bater um novo recorde de velocidade terrestre, chegando aos 1280 km/hora (800 milhas/hora). O atual recorde está nos 1227 km/ hora (763 milhas/hora) e foi batido pelo piloto da piloto da Força Aérea da Coroa Britânica (RAF, na sigla inglesa), Andy Green, a 15 de outubro de 1997, no deserto de Black Rock, nos Estados Unidos, com o “Thrust SSC.”

Green vai tentar bater, exatamente 19 anos depois, o próprio recorde, quebrando a barreira do som. Em 2017, Green vai voltar aos comandos do “Bloodhound Supersonic Jet” para tentar chegar aos 1609 km/hora (1000 milhas/hora).