Última hora

Última hora

Ténis: João Sousa perde final de São Petersburgo para Milos Raonic

Tenista português jogou e perdeu a terceira final do ano e a sexta da cerreira, mantendo-se apenas com um título do ATP no currículo. O canadiano conquistou o 7.° título, na 15.a final disputada

Em leitura:

Ténis: João Sousa perde final de São Petersburgo para Milos Raonic

Tamanho do texto Aa Aa

Lusa — João Sousa ficou triste pela derrota na final do ATP 250 de São Petersburgo, na Rússia. Apesar da derrota por 3-0, com parciais de 6-3, 3-6 e 6-3, o tenista português admitiu ter jogado a um bom nível diante do canadiano Milos Raonic, atual número 9 do Mundo, o novo campeão do torneio russo.

“Dei tudo para vencer, mas infelizmente não o consegui fazer. Dispus de algumas oportunidades, principalmente no terceiro ‘set’, para passar para a frente do marcador, mas Raonic conseguiu ser melhor nesses momentos decisivos”, afirmou Sousa, em declarações à respetiva assessoria de imprensa.

Boa tarde a todos. O resultado da final de hoje não foi o que queria, apesar de ter deixado tudo em campo. Foi uma…

Posted by João Sousa on Domingo, 27 de Setembro de 2015

Foi a sexta final no circuito profissional para o vimaranense, e a terceira deste ano. Número 53.º do “ranking” mundial, Sousa acabou derrotado pelo favorito no duelo. “Foi mais uma final. Há que tirar ilações positivas deste encontro. Tenho coisas para evoluir e por isso há que continuar a trabalhar para que essas coisas possam melhorar”, disse o português, que assim se mantém apenas com um troféu no currículo, conquistado em Kuala Lumpur, na Malásia, em 2013.

Depois desse triunfo, João Sousa disputou as finais de Metz e Bastad, em 2014, e de Genebra e Umag, já este ano. As primeiras duas finais deste ano, o português perdeu-as, respetivamente, diante do brasileiro Thomas Bellucci e do austríaco Dominic Thiem, derrotado agora por Sousa nas “meias” de São Petersburgo.


Nos confrontos diretos com Raonic, foi a terceira derrota do tenista luso em outros tantos duelos. O canadiano já tinha ganho ao português este ano, na segunda ronda do Masters 1000 de Monte Carlo, por 3-6 e 6-7 (4-7). O primeiro duelo entre ambos foi disputado na edição de 2011 do antigo Estoril Open. Nessa ocasião, o canadiano tinha vencido o português na segunda ronda por 6-3 e 6-3.

Para Raonic, este foi o sétimo troféu da carreira, o primeiro em 2015, num total de 15 finais já disputadas, três já no decorrer deste ano. O título no Open de São Petersburgo é, curiosamente, o primeiro do canadiano desde o triunfo em Washington, no Citi Open, em agosto do ano passado.