Última hora

Última hora

Alemanha endurece regras de asilo

Com o nível mais baixo de popularidade num ano, a chanceler alemã Angela Merkel aprovou em conselho de ministros um endurecimento das regras de asilo

Em leitura:

Alemanha endurece regras de asilo

Tamanho do texto Aa Aa

Com o nível mais baixo de popularidade num ano, a chanceler alemã Angela Merkel aprovou em conselho de ministros um endurecimento das regras de asilo na Alemanha.

O Montenegro, a Albânia e o Kosovo foram declarados países seguros, os pedidos de asilo desses países vão passar a ser rejeitados de imediato e as expulsões tornar-se-ão mais rápidas.

A partir de novembro vai haver também a simplificação de procedimentos e cortes na ajuda monetária aos requerentes de asilo, as ajudas materiais e em serviços passam a ser privilegiadas.

As novas medidas têm ainda que ser aprovadas no parlamento.

O governo alemão está em esforço para enfrentar a onda de migrantes, mas as condições de acolhimento tornam-se precárias face ao excesso de pessoas e rivalidades étnicas. Conflitos emergem, como num campo em Calden, onde confrontos obrigaram a intervenção policial no domingo.

“Não existe espaço para seis mil pessoas no interior deste campo e eu não consigo receber comida porque existem sempre discussões e conflitos nas filas”, afirma um refugiado.

O registo de sentimentos hostis face aos recém-chegados também sobe. O número de ataques e ofensas criminais contra campos de refugiados mais do que duplicou este ano para os 437 casos.

A crise migratória ganha amplitude, estima-se que até ao final do ano entrem na Europa até um milhão de pessoas à procura de asilo.