Última hora

Última hora

Ilhas gregas começam a sentir efeito da nova austeridade

Seis ilhas gregas, começaram já a sofrer com o novo plano de austeridade, depois de ser abolida a redução de 30% nas taxas de imposto que eram aí

Em leitura:

Ilhas gregas começam a sentir efeito da nova austeridade

Tamanho do texto Aa Aa

Seis ilhas gregas, começaram já a sofrer com o novo plano de austeridade, depois de ser abolida a redução de 30% nas taxas de imposto que eram aí cobrados. Naxos, Mykonos, Santorini, Rhodes, Paros e Skiathos, são as primeiras a perder o benefício. Uma situação que deverá afetar o turismo, um dos setores mais importantes para a economia grega.

Os impostos mais baixos eram um incentivo para que as pessoas não abandonassem estas ilhas e, ao mesmo tempo, ajudava, por exemplo, a reduzir os custos de transporte. Agora, o futuro é incerto, como explica Vaggelis Koutelieris, dono de um supermercado:

“Trabalhamos três meses no verão, no resto do tempo, quando só estão cá os moradores, isso vai afetar a nossa retoma, o consumo. Porque as nossas despesas são as mesmas. Isto é negativo para o negócio. Temos de fazer das tripas coração para sobreviver nos outros meses.”

O aumento dos impostos afeta também os produtores que poderão ter de fazer ajustes nas suas explorações para pagarem menos impostos.

A Grécia tem de cumprir as obrigações a que se propôs em troca de um terceiro plano de resgate, que ultrapassa os 86 mil milhões de euros.