Última hora

Última hora

Rússia e Ucrânia acordam retirada de armas ligeiras das zonas de conflito

Os dirigentes russo e ucraniano chegaram a um acordo para a retirada de armas ligeiras das zonas de conflito no leste da Ucrânia já a partir deste

Em leitura:

Rússia e Ucrânia acordam retirada de armas ligeiras das zonas de conflito

Tamanho do texto Aa Aa

Os dirigentes russo e ucraniano chegaram a um acordo para a retirada de armas ligeiras das zonas de conflito no leste da Ucrânia já a partir deste sábado.

O Quarteto da Normandia, composto ainda pela Alemanha e pela França, reuniu-se esta sexta-feira em Paris.

“As eleições que estavam previstas para 18 de outubro não poderão realizar-se, uma vez que não respeitam as condições que pusemos, mas ao mesmo tempo devem ser organizadas e para tal uma lei eleitoral deve ser votada”, anunciou o presidente francês, François Hollande, acrescentando que as eleições devem ser adiadas para 2016.

Os acordos de paz concluídos em fevereiro na capital da Bielorrússia destinam-se a pôr fim ao conflito entre os rebeldes pró-russos e o exército ucraniano.

“Este dia foi importante, porque tivemos uma discussão muito intensa sobre cada passo que deve ser dado. É sempre assim. Há que rever o processo. Foi assim depois de Minsk e vai ser assim depois de Paris. Só temos garantias quando as coisas já estão feitas”, disse a chanceler alemã Angela Merkel.

“A cimeira do Quarteto da Normandia consolidou os progressos na estabilização do leste da Ucrânia. Por outro lado, ainda há muitas incertezas sobre as eleições locais. No entanto, as hipóteses de a Rússia ver as sanções revistas pela União Europeia até ao final do ano aumentaram”, sublinha Andrei Beketov, o jornalista da euronews enviado a Paris.