Última hora

Última hora

Refugiados: Hungria prepara-se para encerrar fronteira com a Croácia

Depois de ter vedado a fronteira com a Sérvia, o governo húngaro prepara-se para fechar, de forma iminente, as passagens fronteiriças do lado sérvio

Em leitura:

Refugiados: Hungria prepara-se para encerrar fronteira com a Croácia

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de ter vedado a fronteira com a Sérvia, o governo húngaro prepara-se para fechar, de forma iminente, as passagens fronteiriças do lado sérvio.

Desde há vários dias que as autoridades húngaras instalam uma vedação em arame farpado de mais de três metros de altura para tentar conter a vaga de refugiados que continua a afluir ao país.

Segundo algumas fontes, Budapeste poderia encerrar a fronteira com a Croácia este domingo, depois de ter vedado vários troços, entre Baramjsko Petrovo Selo e Beremend, e na região de Podravina.

Manobras que inquietam o primeiro-ministro croata Zoran Milanovic: “o problema tem de ser resolvido na Turquia e na Grécia. Alguém disse que temos que enviar o exército para a fronteira entre a Hungria, a Croácia e a Sérvia. Eles deviam antes de mais enviar barcos para a Grécia”.

As autoridades croatas afirmam ter recebido mais 4 mil refugiados nas últimas 24 horas, rapidamente encaminhados para a fronteira húngara.

Zagreb não descartava esta noite a possibilidade de encaminhar os milhares de refugiados para a Eslovénia, caso a Hungria encerre a fronteira.

Na Alemanha, principal destino dos migrantes, o partido conservador da Baviera, CSU, aliado de Merkel, apelou esta noite ao encerramento da fronteira com a Áustria, afirmando que o estado não tem capacidade para acolher mais pessoas.