Última hora

Última hora

Ataques isolados contra judeus em Israel somam-se aos confrontos na Cisjordânia

Um palestiniano foi morto, em Kiryat Gat, depois de ter atacado à faca um soldado e de lhe ter roubado a arma. Foi um dos três ataques isolados

Em leitura:

Ataques isolados contra judeus em Israel somam-se aos confrontos na Cisjordânia

Tamanho do texto Aa Aa

Um palestiniano foi morto, em Kiryat Gat, depois de ter atacado à faca um soldado e de lhe ter roubado a arma. Foi um dos três ataques isolados contra judeus registados esta quarta-feira, em Israel.

Num outro, um palestiniano foi neutralizado em Telavive depois de ter esfaqueado um civil israelita. De manhã, em Jerusalém, uma jovem palestiniana foi ferida a tiro depois de também ter esfaquedo um soldado.

O primeiro-ministro de Israel elogiou a ponderação dos cidadãos: “Os civis estão na linha da frente na guerra contra o terrorismo e, por isso, têm de estar também em alerta máximo. Eu gostaria de enaltecer o nível de ponderação que os cidadãos israelitas têm demonstrado tanto nos últimso dias como hoje (quarta-feira).”

Na Cisjordânia, entretanto, os confrontos entre palestinianos e as forças de defesa israelitas (IDF) prosseguiram intensos. As IDF têm recorrido a elementos infiltrados nos grupos de palestinianos para tentar deter os mais agressivos.

Já ao início da noite desta quarta-feira, um palestiniano conduziu um carro contra o posto de controlo israelita de A’zaim, situado entre Jerusalém Ocidental e o colonato de Ma’ale Adumin. Duas pessoas ficaram feridas. O palestiniano também acabou ferido a tiro pela polícia e detido.

Os confrontos, por fim, já se terão alastrado da Cisjordânia para algumas cidades israelitas como Jaffa, Lod ou Umm al-Fahm, onde, de acordo com meios de comunicação locais, israelitas árabes se terão revoltado contra a polícia.