Última hora

Última hora

De Istambul a Zurique, milhares protestam após atentado em Ancara

O atentado em Ancara provocou uma onda de indignação, que desceu às ruas da Turquia, mas também de várias cidades europeias.

Em leitura:

De Istambul a Zurique, milhares protestam após atentado em Ancara

Tamanho do texto Aa Aa

O atentado em Ancara provocou uma onda de indignação, que desceu às ruas da Turquia, mas também de várias cidades europeias.

Em Istambul, cerca de 10.000 pessoas tentaram marchar até à Praça Taksim empunhando cartazes onde se liam palavras de ordem como “conhecemos os assassinos” ou “Erdogan demite-te”.

A oposição, em particular a pró-curda, aponta o dedo ao Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP), no poder desde 2002.

“Estamos perante um Estado assassino que se transformou numa máfia”, acusou um dos líderes da formação pró-curda HDP. Para Selahttin Demirtas, mesmo que os governantes “não tenham nada que ver com este ataque, deviam demitir-se, porque não foram capazes de evitá-lo”.

Em Diyarbakir, a ‘capital’ do Curdistão turco, o tom das acusações contra o regime no poder foi semelhante ao de Istambul e os protestos também acabaram em confrontos com a polícia. Em Esmirna, há notícia de mais de 60 detenções.

As manifestações contra o governo turco estenderam-se pela Europa a cidades na Alemanha, onde vive uma grande comunidade originária da Turquia, mas também a França e até a Zurique, na Suíça.