Última hora

Última hora

AIE prevê abrandamento na procura de petróleo

O excesso de oferta global de petróleo vai manter-se em 2016, em consequência de um abrandamento do crescimento da procura, informa a Agência

Em leitura:

AIE prevê abrandamento na procura de petróleo

Tamanho do texto Aa Aa

O excesso de oferta global de petróleo vai manter-se em 2016, em consequência de um abrandamento do crescimento da procura, informa a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla inglesa) no seu relatório mensal, publicado esta terça-feira.

A agência calcula que o aumento da procura recue de 1,8 milhões de barris diários, um máximo de cinco anos, para 1,2 milhões de barris, no próximo ano.

Segundo o relatório, apesar de estar a ser consumido mais petróleo e de o preço baixo estar a pressionar as petrolíferas a cortar na produção, em setembro, a “menor produção fora da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) foi compensada por um ligeiro aumento de petróleo” produzido pelos membros da OPEP.

De acordo com a agência, a OPEP foi responsável por 60% do crescimento de 1,8 milhões de barris diários na oferta de petróleo anual. A produção da OPEP aumentou em 90 mil barris diários, em setembro, para um total de 31,72 milhões de barris por dia.

O relatório mensal da OPEP, publicado na segunda-feira, informava que o aumento da produção foi liderado pelo Iraque, que anulou assim os efeitos da redução na oferta da Arábia Saudita.