Última hora

Última hora

Turquia mantém eleições mas suspende comícios

As eleições na Turquia são mantidas para dia 1 de novembro mas os comícios da campanha eleitoral dos próximos dias foram suspenso por razões de

Em leitura:

Turquia mantém eleições mas suspende comícios

Tamanho do texto Aa Aa

As eleições na Turquia são mantidas para dia 1 de novembro mas os comícios da campanha eleitoral dos próximos dias foram suspenso por razões de segurança.

O atentado que no sábado provocu 97 mortos e quase 250 feridos, deixou o país em estado de choque e as medidas de segurança foram redobradas nas principais cidades, a poucas semanas da ida às urnas.

Omer Celik, porta-voz do AK, o partido do governo explicou a decisão de anular o próximos comícios.

“O Partido AK suspendeu as suas manifestações. O nosso presidente e primeiro-ministro não querem comícios até sexta-feira. E os comícios após sexta-feira não serão organizados como comícios eleitorais, mas como manifestações contra o terrorismo”.

As autoridades afirmam que estão em vias de identificar um dos dois bombistas suicidas responsável pelo ataque de sábado em Ancara e dizem que tudo indica tratar-se do auto-denominado Estado Islâmico.

Os partidos da oposição denunciam as decisões do governo como sendo oportunistas e não securitárias.

“Isto não é por razões de segurança. Como podemos realizar um comício numa atmosfera tão triste? Nós podemos tomar as nossas próprias medidas de segurança. A vida de um pessoa é mais importante do que os nossos comícios eleitorais”.

Manifestantes curdos entraram de novo em confronto com a polícia esta segunda-feira. Centenas de pessoas cantando slogans anti-governo marcharam em direção a uma mesquita num subúrbio de Istambul.