Última hora

Última hora

"Europe Weekly": Líderes da UE discutem planos para travar crise de refugiados

A crise migratória voltou a dominar a semana em que se registaram acontecimentos dramáticos nas fronteiras búlgaras. Enquanto os líderes europeus se

Em leitura:

"Europe Weekly": Líderes da UE discutem planos para travar crise de refugiados

Tamanho do texto Aa Aa

A crise migratória voltou a dominar a semana em que se registaram acontecimentos dramáticos nas fronteiras búlgaras. Enquanto os líderes europeus se reuniam em Bruxelas, na quinta-feira, um homem afegão, que viajava com outros migrantes, foi abatido por guardas fronteiriços próximo da cidade de Sredets, no sudoeste da Bulgária.

Os líderes europeus chegaram a um acordo para negociar um plano de ação de forma a cooperar com a Turquia, bem como para reforçar os meios da agência Frontex. Do encontro também saiu uma mensagem para a Síria e Bashar al-Assad. O assunto está em destaque na edição desta semana de “Europe Weekly”, programa onde passamos em revista os temas que marcam a atualidade europeia.

Além da questão migratória, outros temas integraram a agenda da Cimeira de líderes da União Europeia (UE). Os “27” continuam a aguardar propostas concretas de David Cameron antes de se realizar o referendo no Reino Unido. O primeiro-ministro britânico comprometeu-se a enviar, no início de novembro, uma carta ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, com todos os termos que quer renegociar com a UE. As campanhas a favor ou contra a permanência do Reino Unido na União Europeia já estão em marcha.

São cada vez mais expressivos os relatos de um maior envolvimento iraniano na Síria juntamente com o apoio russo ao regime de Bashar al-Assad. A União Europeia, por outro lado, pela voz de Federica Mogherini, tornou claro que não pode haver transição política na Síria sem Teerão a bordo. Em entrevista à Euronews, o vice-ministro iraniano dos Negócios Estrangeiros falou sobre o envolvimento do país no terreno.

A 17 de julho de 2014, o Boeing 777 da Malaysian Airlines, que fazia a ligação entre Amesterdão e Kuala Lumpur, desapareceu dos radares quando sobrevoava o leste da Ucrânia, zona de confrontos militares. O aparelho acabou por cair, provocando a morte de 283 passageiros e de 15 elementos da tripulação. O Conselho de Segurança da Holanda divulgou um relatório com as conclusões da investigação, reavivando as tensões com a Rússia.

Em destaque na agenda da próxima semana:

Segunda-feira – Arranca nova ronda de negociações entre os Estados Unidos e a União Europeia sobre a Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento.

Terça-feira – Chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, desloca-se à capital da Etiópia para um encontro ao abrigo da parceira União Europeia – África.

Quarta-feira – Partido Popular Europeu inicia um congresso em Madrid.

Domingo – Eleições na Polónia.