Última hora

Última hora

Mini-cimeira europeia de emergência sobre refugiados

A União Europeia realiza este domingo em Bruxelas uma mini-cimeira de emergência com os principais países envolvidos no afluxo de refugiados.

Em leitura:

Mini-cimeira europeia de emergência sobre refugiados

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia realiza este domingo em Bruxelas uma mini-cimeira de emergência com os principais países envolvidos no afluxo de refugiados. O objetivo dos dirigentes europeus é reforçar a cooperação, as consultas e desenvolver ações operacionais imediatas.

Acontece depois de um encontro em Sófia dos chefes de governo da Bulgária, da Roménia e da Sérvia, no sábado, também para debater o tema. Na reunião ficou acordado que os refugiados não podem passar as fronteiras sem autorização dos países vizinhos. Ficou também definido, que as fronteiras encerrarão, caso a Alemanha e a Áustria tenham um comportamento semelhante

Na Holanda, o Presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, defendeu o reforço das fronteiras externas e explicou porquê.

Hoje, não existe tarefa mais importante para o campo moderado do campo político do centro que o restabelecimento das fronteiras externas. E não é para fazer da Europa uma fortaleza inacessível, mas para proteger de forma eficaz os valores da solidariedade, da liberdade e da abertura. Só depois poderemos travar os radicais na marcha para o poder.

De acordo com a organização Mundial para as migrações, este ano já entraram na Europa, por via marítima, 680 mil migrantes. 3175 morreram ou estão desaparecidos.