Última hora

Última hora

Confiança dos empresários alemães resiste ao escândalo Volkswagen

A confiança empresarial na Alemanha caiu apenas ligeiramente em Outubro, refletindo a resiliência da maior economia europeia face aos desafios

Em leitura:

Confiança dos empresários alemães resiste ao escândalo Volkswagen

Tamanho do texto Aa Aa

A confiança empresarial na Alemanha caiu apenas ligeiramente em Outubro, refletindo a resiliência da maior economia europeia face aos desafios atuais, segundo dados do instituto de estudos económicos IFO de Munique, que mede a confiança dos empresários.

Afinal, o escândalo Volkswagen não abalou gravemente a indústria automóvel, diz Klaus Wohlrabe, economista do instituto germânico:

“Estes números indicam que o escândalo Volkswagen não teve um impacto decisivo no sector ou na indústria automóvel. Temos até uma subida do índice no sector automóvel. O Índice do clima de negócios caíu ligeiramente, em outubro, mas recuperou quanto a expetativas para o futuro.”

O Índice do clima de negócios do instituto IFO caiu para 108,2 pontos em outubro, de 108,5 pontos em setembro, revelando uma descida “muito mais atenuada” do que era esperado pelos analistas, segundo o comunicado do IFO.

Este indicador mede o nível das expetativas dos empresários alemães para os próximos seis meses.

O sub-índice, que mede o negócio atual, caiu para 112,6 pontos, o menor nível desde março, enquanto as perspetivas sub-índice subiram para 103,8 pontos.