Última hora

Última hora

Eurodeputados querem controlo apertado no setor automóvel

Contra a fraude nos testes às emissões poluentes no setor automóvel, os eurodeputados apelam à realização de controlos exaustivos e que os

Em leitura:

Eurodeputados querem controlo apertado no setor automóvel

Tamanho do texto Aa Aa

Contra a fraude nos testes às emissões poluentes no setor automóvel, os eurodeputados apelam à realização de controlos exaustivos e que os responsáveis por manipulações sejam submetidos a sanções.

A resolução aprovada esta terça-feira no Parlamento Europeu, em Estrasburgo, insta ainda a Comissão Europeia a envolver-se nas investigações.

De acordo com o jornal “Financial Times”, que cita uma troca de correspondência, o antigo comissário da Política Industrial, Antonio Tajani, tinha conhecimento de manipulações.

O agora eurodeputado escusa-se, alegando que os controlos deveriam ter sido efetuados pelos Estados-membros: “Em 2012, num texto oficial, a Comissão Europeia já denunciava este problema, mas como cabe aos Estados-membros vigiar a aplicação das normas europeias, como se percebe facilmente, não controlaram suficientemente bem.”

São muitas as dúvidas. Razão pela qual, na resolução aprovada no parlamento, se alerta para a necessidade de reflexão sobre uma nova autoridade de fiscalização a nível comunitário.

“O que queremos é que se realize uma investigação sobre o papel da Comissão Europeia e dos Estados-membros e sobre a razão pela qual estas informações não foram investigadas”, disse o eurodeputado verde holandês Bas Eickhout.

A resolução aprovada no Parlamento Europeu exige que a Comissão apresente um relatório sobre as investigações feitas até ao final de março de 2016.