Última hora

Última hora

Ex-presidente da Assembleia Geral da ONU acusado em escândalo de subornos

O ex-presidente da Assembleia Geral da ONU, John Ashe, vai permanecer em prisão domicilária, quando um tribunal de Nova Iorque, o deverá libertar

Em leitura:

Ex-presidente da Assembleia Geral da ONU acusado em escândalo de subornos

Tamanho do texto Aa Aa

O ex-presidente da Assembleia Geral da ONU, John Ashe, vai permanecer em prisão domicilária, quando um tribunal de Nova Iorque, o deverá libertar, mediante uma fiança de 907 mil euros, ao final da tarde de terça-feira.

Acusado de envolvimento num escândalo de subornos, Ashe enfrenta pelo menos duas acusações por delitos fiscais depois de ter recebido um milhão de euros de empresários chineses.