Última hora

Última hora

Itália: Arrancou privatização parcial da Poste Italiane

Sem grande entusiasmo, decorreu a entrada em a bolsa de parte dos serviços dos correios italianos. A Poste Italiane lançou no mercado 38,2% do

Em leitura:

Itália: Arrancou privatização parcial da Poste Italiane

Tamanho do texto Aa Aa

Sem grande entusiasmo, decorreu a entrada em a bolsa de parte dos serviços dos correios italianos.
A Poste Italiane lançou no mercado 38,2% do capital a um preço inicial de 6,75 euros por ação, ou seja, o grupo fica avaliado em quase 9 mil milhões de euros.

Com esta fase de privatização, o Estado italiano, o único proprietário até agora do grupo, espera arrecadar mais de 3 mil milhões de euros. Um valor que deve ser destinado à redução da dívida pública.

A Poste Italiane foi criada em 1862, após a unificação da Itália. Atualmente conta com 143.000 funcionários.
Para além dos correios, outras privatizações devem esstar na calha: a Enav (controlo aéreo) e a da empresa ferroviária Ferrovie dello Stato. Estas devem ocorrer “no segundo semestre de 2016”, tal como revelou o ministério das Finanças.