Última hora

Última hora

Hassan: "se a guerra acabar, volto para a Síria"

Esta terça-feira, um grupo de refugiados sírios atravessava a pé a fronteira entre a Croácia e a Eslovénia, repetindo os passos de milhares de outros

Em leitura:

Hassan: "se a guerra acabar, volto para a Síria"

Tamanho do texto Aa Aa

Esta terça-feira, um grupo de refugiados sírios atravessava a pé a fronteira entre a Croácia e a Eslovénia, repetindo os passos de milhares de outros migrantes que fogem da pobreza e de conflitos no Médio Oriente, em direção ao “sonho europeu”.

O correspondente da euronews, Attila Magyar, falou com um dos homens que integrava este grupo, Hassan, advogado de formação, que fugiu de Rakka, por não querer obedecer aos preceitos da “sharia”, imposta na cidade síria pelos extremistas do Estado Islâmico.

Hassan diz que “eles são criminosos”, o que defendem “não é a lei islâmica”. Explica que pretende chegar à Noruega, na esperança de “obter ajudas de advogados locais” para se instalar. Mas acrescenta que “se a guerra acabar”, pretende “voltar para a Síria”.

O grupo de Hassan poderá ter sido um dos últimos a entrar a pé na Eslovénia, vindo da Croácia. Face aos campos de acolhimentos sobrelotados, as autoridades eslovenas pretendem agora transferir os migrantes diretamente de comboio da fronteira croata para a austríaca.