Última hora

Última hora

Iraque: Cheias agravam a situação de milhares de refugiados

As chuvas torrenciais que se abatem desde ontem sobre a região do Golfo estão a inflamar a ira dos iraquianos contra o governo. Num campo de

Em leitura:

Iraque: Cheias agravam a situação de milhares de refugiados

Tamanho do texto Aa Aa

As chuvas torrenciais que se abatem desde ontem sobre a região do Golfo estão a inflamar a ira dos iraquianos contra o governo.

Num campo de refugiados, em Amal, nos arredores de Bagdade, uma criança morreu arrastada pelas enxurradas.

Os cerca de mil residentes, que tiveram que escapar aos combates entre o exército e o grupo Estado Islâmico, não escondem o desespero.

“Isto não é justo. Deputados, responsáveis do governo, onde é que estão todos. Nós somos o vosso povo e vocês venderam-nos por um dinar”, afirma um refugiado.

O mau tempo, que afeta igualmente o Kuwait e a Arábia Saudita, e que deverá prolongar-se nos próximos dias, volta a revelar a falta de infraestruturas no país.

“Nós fomos vítimas de bombardeamentos e viemos para aqui em busca de segurançA. O governo não nos deu nada, nem mesmo um teto para viver. Estas tendas que deviam ser novas, juro por deus que viver num túmulo é melhor do que isto”, afirma outra refugiada.

As autoridades removeram, esta noite, a maioria dos refugiados, quando outros campos são afetados pelo mesmo problema.

As cheias, que afetam várias zonas da capital, voltam a revelar a degradação das infraestruturas da cidade, uma situação que tinha já originado protestos contra a corrupção, há alguns meses.