Última hora

Em leitura:

Alemanha: Sumte vai receber 500 refugiados a contragosto


Alemanha

Alemanha: Sumte vai receber 500 refugiados a contragosto

Enquanto a Europa continua a debater-se para resolver a crise dos refugiados, na Alemanha, uma vila chamada Sumte, que tem uma centena de habitantes, prepara-se para acolher quinhentas pessoas. Migrantes, maioritariamente sírios, que se preparam para recomeçar aqui a sua vida.

Um desafio que os moradores acreditam que vão superar:

“Se eu pensasse que não conseguíamos ultrapassar este desafio, não estaria aqui. Penso que estamos a trabalhar muito bem, juntos, aqui em Sumte, vamos superar este desafio e ser bem-sucedidos”, adianta Jens Meier, o diretor do abrigo que vai receber os refugiados.

Em Sumte, vários sírios ajudam, como podem, a organizar as coisas. A sua forma de mostrar o porquê de terem vindo para a Europa:

“Vim para aqui para construir uma nova vida. Não quero ficar sentado à espera. Quero ajudar porque é o que está toda a gente a fazer, por isso eu também tinha de fazer alguma coisa. É um pequeno gesto, mas tinha de fazê-lo”, diz Mohamad Rouhi Safwa, um dos refugiados.

Mas nem tudo são rosas. Estes habitantes não se terão proposto a receber os refugiados. Terá sido uma imposição das autoridades alemãs que, no início, quereriam que a vila recebesse um milhar de pessoas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Ahmet Davutoğlu: “vitória da nação"