Última hora

Em leitura:

Liga Portuguesa, J9: Líder Sporting diz presente, mau tempo voltou a fazer das suas na Madeira


mundo

Liga Portuguesa, J9: Líder Sporting diz presente, mau tempo voltou a fazer das suas na Madeira



Sporting tremeu mas venceu o Estoril pela margem mínima, Tondela ofereceu primeira vitória fora ao Benfica. O FC Porto não conseguiu viajar para o Funchal devido ao mau tempo e foi obrigado a adiar o duelo frente ao União da Madeira.


A “estrelinha do campeão” é uma figura frequentemente utilizada para embelezar com um certo floreado as vitórias sofridas e pouco inspiradas da equipa que segue na frente. Justifica-se assim perfeitamente o seu uso para descrever o triunfo do Sporting frente ao Estoril.

O líder tremeu, foi dominado pelos canarinhos e teve em Rui Patrício a sua melhor unidade mas acabou por conquistar os três pontos.

A equipa de Jorge Jesus impressiona pela sua eficácia. Mesmo quando o Estoril conseguiu abrir brechas na linha defensiva leonina (invariavelmente pelo endiabrado Gerso), Rui Patrício disse sempre presente.



No ataque escassearam as oportunidades, mesmo assim Bryan Ruiz conseguiu falhar de baliza aberta a abrir o segundo tempo. Pouco depois, Teo Gutierrez apontou o tento solitário do encontro na sequência de uma grande penalidade que ele próprio conquistou.

Ficha de jogo

Estádio de Alvalade, Lisboa (40 144 espetadores)
Árbitro: Jorge Ferreira (Braga). Sporting: Rui Patrício; João Pereira, Paulo Oliveira, Ewerton e Jefferson (A); João Mário, William, Bryan Ruiz, Gelson (Matheus,70’); Teo Gutierrez (Montero, 61’) e Slimani (A, B. Paulista, 90’+3).
Treinador: Jorge Jesus. Estoril: Kieszek, Mano (A), Yohan Tavares, Diego Carlos e Anderson Luís (Luiz Phellype, 78”); Taira, Babanco (Esiti, 63’), Chaparro (Sebaihi, 70’), Gerso e Bruno César, Dieguinho.
Treinador: Fabiano Soares. Golos: Téo Gutierrez (pen. 55’).

Rio Ave cola-se ao Porto, Benfica goleia sem brilhar

Com o adiamente do encontro entre União da Madeira e FC Porto, o Rio Ave aproveitou para se colar aos dragões na segunda posição. Ambas as equipas têm agora 18 pontos.

A formação de Vila do Conde recebeu e venceu o Nacional com um tento solitário de Zeegelaar e já não conhece o sabor da derrota desde 13 de setembro, quando perdeu em casa frente ao atual líder. Desde então somou quatro vitórias e um empate na Liga.

UNIDOS SEMPRE! Trabalhamos pra isto! Obrigado a todos os nossos adeptos por acreditarem! São eles que alimentam esta fome de querer sempre seguir em frente!

Posted by Rio Ave Futebol Clube – Oficial on Sunday, 1 November 2015

No Municipal de Aveiro, as bancadas vazias foram bem reveladoras do estado de alma dos benfiquistas após a derrota no dérbi frente ao Sporting e nem sequer se pode dizer que a goleada por 4-0 tenha servido para fazer as pazes com os adeptos.

O resultado foi bem melhor que a exibição para os encarnados, que aos onze minutos já tinham a primeira vitória fora de portas praticamente garantida graças a um golpe de cabeça de Jonas e um autogolo de Berger.

Gonçalo Guedes e Carcela também fizeram o gosto ao pé, o marroquino foi dos poucos jogadores em campo a merecer nota positiva. O encontro serviu ainda para Rui Vitória lançar mais dois jovens provenientes da equipa B.

O atacante Clésio até pode ter sido titular em apenas dois encontros na formação secundária mas na equipa principal foi aposta para lateral direito. Não deslumbrou nem foi particularmente testado e acabou por sair lesionado. Renato Sanches foi lançado para jogar os últimos 15 minutos mas não se conseguiu destacar.



Ficha de jogo

Estádio Municipal, Aveiro (9 814 espetadores)
Árbitro: Fábio Veríssimo (Leiria).
Tondela: Matt Jones (C. Ramos, 28’), Oto’o, Berger, Bruno Nascimento e Tinoco; Bruno Monteiro, Lucas Souza (A, Nuno Santos, 46’), Hélder Tavares, Wagner, Nathan Júnior e Machado (Piojo, 71’)
Treinador: Rui Bento.
Benfica: Júlio César, Clésio (André Almeida, 64’), Luisão (A), Jardel (A) e Sílvio; Samaris (A), Talisca (A), Gonçalo Guedes e Gaitán (Carcela, 71’), Jonas (Renato Sanches, 75’) e Raúl Jiménez.
Treinador: Rui Vitória.

Golos: Jonas (4’), Berger (pb 11’), Gonçalo Guedes (42’) e Carcela (82’).


Sporting de Braga continua em grande, Arouca é o rei dos empates



Melhores marcadores:

8 golos: Jonas (Benfica);
6 golos: Slimani (Sporting);
5 golos: André Claro e Suk (V. Setúbal), e Dyego Sousa (Marítimo).;
4 golos:
Bonatini (Estoril), Corona e Aboubakar (FC Porto).



No Municipal de Braga a equipa da casa provou que atravessa em excelente momento e somou o quinto encontro consecutivo sem perder. Depois de ter ido ao Dragão impor um nulo ao Porto, a equipa de Paulo Fonseca goleou o Belenenses por 4-0.

Um resultado que lhe permitiu manter a quarta posição, já os azuis do Restelo têm de longe a pior defesa do campeonato mas seguem tranquilos a meio da tabela.



Em Setúbal, os jogos do Vitória até costumam ser bastante animados mas desta vez os adeptos presentes no Bonfim certamente que regressaram a casa desapontados pelo empate a zero frente ao Arouca. A equipa de Lito Vidigal é a verdadeira especialista em igualdades e somou a sexta em nove encontros (quinta consecutiva). Só perdeu frente ao FC Porto mas também só ganhou a Moreirense e Benfica.

Num duelo entre aflitos, Académica e Moreirense também dividiram os pontos. Os estudantes ficaram bastante perto da vitória mas permitiram o empate dos forasteiros para lá da hora. Seguem ambas abaixo da linha de água, a formação de Moreira de Cónegos é a única que ainda não conseguiu vencer.

Na Mata Real, Sérgio Conceição alcançou a primeira vitória ao comando do Vitória de Guimarães. Ricardo Valente apontou ao cair do pano o tento solitário do encontro. No estádio do Bessa defrontaram-se duas equipas em situação tranquila. O Marítimo acabou por conquistar os três pontos com um golo do inevitável Dyego Sousa.

Jornada 9:

Tondela – Benfica, 0-4
Sp. Braga – Belenenses, 4-0
Un. Madeira -- FC Porto, adiado
Sporting – Estoril, 1-0
Académica – Moreirense, 1-1
V. Setúbal – Arouca, 0-0
Rio Ave – Nacional, 1-0
Boavista – Marítimo, 0-1
P. Ferreira -- V. Guimarães, 0-1

Jornada 10:

Estoril -- Académica (06/nov)
V. Guimarães -- Nacional (07/nov)
Benfica -- Boavista (08/nov)
Marítimo – Rio Ave
Moreirense – P. Ferreira
FC Porto – V. Setúbal
Arouca -- Sporting
Belenenses – Tondela (09/nov)
U. Madeira – Sp. Braga



Artigo seguinte

mundo

As dúvidas e as histórias do fatídico voo 7K9268