Última hora

Última hora

Modelos de luxo da Porsche e Audi também usam software fraudulento da Volkswagen

O escândalo Volkswagen não pára de crescer nos Estados Unidos e já atinge Porsche e Audi. Esta segunda-feira, as autoridades norte-americanas

Em leitura:

Modelos de luxo da Porsche e Audi também usam software fraudulento da Volkswagen

Tamanho do texto Aa Aa

O escândalo Volkswagen não pára de crescer nos Estados Unidos e já atinge Porsche e Audi.

Esta segunda-feira, as autoridades norte-americanas acusaram o grupo alemão de ter instalado nos modelos diesel de topo de gama da Porsche, Audi e Volkswagen, o dispositivo fraudulento que distorce os valores de emissão de gases.

Os testes realizados pela EPA, Agência Ambiental dos EUA, e a sua homóloga canadiana, revelaram que o software também tinha sido instalado nos motores dos modelos de luxo – Audi A6 Quattro, Quattro A7, A8 e A8L, Q5 e Porsche Cayenne e Volkswagen Touareg.

Pela primeira vez associada com o escândalo, a Porsche disse que estava “surpresa” com as “alegações.”

Em comunicado, o grupo alemão rejeitou as novas acusações e expressou estar disposto a cooperar plenamente com as autoridades norte-americanas.

Segundo a EPA, os motores afetados emitem até nove vezes mais óxido de azoto do que o permitido.