Última hora

Última hora

Advogado de Benzema: procuradores ocultaram o que contrariava a tese incriminatória

O caso da alegada chantagem do médio do Lyon Mathieu Valbuena, com um vídeo de cariz sexual, continua a animar os debates em França. O avançado

Em leitura:

Advogado de Benzema: procuradores ocultaram o que contrariava a tese incriminatória

Tamanho do texto Aa Aa

O caso da alegada chantagem do médio do Lyon Mathieu Valbuena, com um vídeo de cariz sexual, continua a animar os debates em França. O avançado francês do Real Madrid Karim Benzema, acusado de cumplicidade na tentativa de chantagem, afirma estar inocente.
Valbuena vai ser ouvido pelo juíz de instrução criminal na semana que vem. Fomos saber o que espera dessa audiência o advogado de Benzema, Sylvain Cormier.

Sylvain Cormier:

Em primeiro lugar, gostaria que as coisas… Como você disse, Karim Benzem tem os mesmos direitos que os outros. Se tivéssemos respeitado esses direitos, teríamos começado por ouvir a vítima. Cabe à vítima contar o que lhe aconteceu e, em seguida, se alguém estiver implicado, pois bem, que seja colocado sob custódia ou eventualmente seja detido. Aqui foi tudo ao contrário. Karim Benzema foi detido e agora os procuradores rezam para que Mathieu Valvuena sustente a versão deles.

euronews:

Existem portanto duas teses contrárias. A sua diz que Karim Benzema aconselhou Mathieu Valvuena a não ceder à chantagem. Pode esclarecer quais as bases da versão que defende?

Sylvain Cormier:

Percebi que os procuradores forjaram as suas convicções e o cenário que defendem a partir de um fragmento de uma conversa que relata o encontro de 5 de outubro entre Benzema e Valbuena. Algumas passagens são interpretadas de forma desfavorável pela acusação. Mas foi ocultado o fim da conversa, quando Karim Benzema explica que disse a Mathieu Valvuena que não pagasse: “Não te preocupes que isto se torne público, informa a família e deixa a história sair.”