Última hora

Última hora

Itália: confrontos à margem do encontro entre Salvini e Berlusconi

A cidade italiana de Bolonha foi palco de confrontos entre forças da ordem e militantes da extrema-esquerda, que se manifestavam contra a mobilização

Em leitura:

Itália: confrontos à margem do encontro entre Salvini e Berlusconi

Tamanho do texto Aa Aa

A cidade italiana de Bolonha foi palco de confrontos entre forças da ordem e militantes da extrema-esquerda, que se manifestavam contra a mobilização convocada pelo partido anti-europeu da extrema-direita, a Liga do Norte, com a participação do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi, que dirige os conservadores do Forza Italia.

As duas formações têm previsto unir forças contra o Partido Democrático do primeiro-ministro, Matteo Renzi, e o líder da Liga do Norte, Matteo Salvini, não hesita em se assumir como o “homem forte” da nova aliança:

“Não é um regresso ao passado, à ‘coligação de conveniência’ […] de 1994. É o começo de algo novo, que inclui e é liderado pela Liga, mas que também está aberto a todos os italianos que se sentem distantes e enojados pela política”.

Salvini não poupo nos ataques contra o governo de esquerda, enquanto Silvio Berlusconi – cujo partido ocupa apenas a quarta posição nas intenções de voto – declarou que o seu programa prevê “menos Europa”.

Uma mudança de posição radical, três semanas depois de tentar recuperar a imagem internacional, ao participar no congresso do Partido Popular Europeu, em Madrid.