Última hora

Última hora

Portugal: A hora de Costa?

O governo que tomou posse há poucos dias, em Portugal, deve mesmo ser o mais curto da história. O chumbo, por parte da esquerda, está praticamente

Em leitura:

Portugal: A hora de Costa?

Tamanho do texto Aa Aa

O governo que tomou posse há poucos dias, em Portugal, deve mesmo ser o mais curto da história. O chumbo, por parte da esquerda, está praticamente garantido, na discussão do programa de governo que começa hoje no Parlamento, com a votação prevista para amanhã.

Point of view

O eleitorado português não perdoa um rápido regresso a uma conjuntura de crise e de austeridade. Seguramente, puniria o Partido Socialista se isso acontecesse.

António Costa, líder do PS, pode ser indigitado pelo presidente Cavaco Silva para formar governo, mas a tarefa vai ser complicada, como prevê o politólogo António Costa Pinto: “O eleitorado português não perdoa um rápido regresso a uma conjuntura de crise e de austeridade. Seguramente, puniria o Partido Socialista se isso acontecesse”.

O PS, o PCP, o Bloco de Esquerda e os Verdes assinaram um acordo para a formação de um governo de esquerda que possa durar quatro anos. No entanto, a aprovação dos orçamentos de Estado não está completamente garantida.

Cavaco Silva pode também dar posse a um governo de gestão até que haja eleições antecipadas, o que não pode acontecer antes das presidenciais do próximo ano.