Última hora

Última hora

Ucrânia: UE diz que Kiev precisa de acelerar luta anticorrupção

A União Europeia diz que a Ucrânia precisa de fazer mais esforços em matéria de luta contra a corrupção para reforçar a sua “credibilidade”.

Em leitura:

Ucrânia: UE diz que Kiev precisa de acelerar luta anticorrupção

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia diz que a Ucrânia precisa de fazer mais esforços em matéria de luta contra a corrupção para reforçar a sua “credibilidade”.

A mensagem foi deixada pela chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, depois de ser recebida em Kiev pelo presidente ucraniano.

Petro Poroshenko fez questão de agradecer a Mogherini ter “providenciado uma posição clara, em nome da União Europeia, com vista à obtenção de direitos de isenção de vistos para os ucranianos, caso sejam implementadas as reformas acordadas com os parceiros europeus”.

Poroshenko é acusado por ONGs e militantes ucranianos de bloquear a criação de uma procuradoria anticorrupção independente.

Mogherini explicou que o encontro permitiu também focar-se “na crise migratória, no Mediterrâneo e no Médio Oriente. Também é preciso manter no topo da agenda a situação no leste da Ucrânia, o não-reconhecimento da política de anexação da Crimeia e o próprio processo de reformas na Ucrânia”.

A proposta de quatro altos responsáveis envolvidos eles próprios em escândalos de corrupção para integrarem a nova procuradoria gerou viva polémica e bloqueou o processo no parlamento.

O correspondente da euronews, Dmytro Polonsky, diz que “Bruxelas deixou entender que Kiev precisa de acelerar a criação da procuradoria anticorrupção, porque afeta o progresso do regime de isenção de vistos. A data limite é 1 de dezembro, por isso o parlamento ucraniano dispõe de apenas três semanas para aprovar a necessária legislação”.