Última hora

Última hora

Escândalo de dopagem: COI pede sanções contra atletas russos

Moscovo tem até ao final da semana para responder às revelações da agência mundial anti-doping. Acusada de ter manipulado os testes de dopagem dos

Em leitura:

Escândalo de dopagem: COI pede sanções contra atletas russos

Tamanho do texto Aa Aa

Moscovo tem até ao final da semana para responder às revelações da agência mundial anti-doping.

Acusada de ter manipulado os testes de dopagem dos seus atletas, com a cumplicidade do estado e dos serviços secretos, a Rússia arrisca-se a ser expulsa das principais competições desportivas internacionais.

O laboratório das autoridades anti-dopagem em Moscovo, no centro do escândalo, foi encerrado esta terça-feira.

O presidente da federação de atletismo russo, Vadim Zelichenov, continua, no entanto, a rejeitar as acusações:

“Espero que esta situação não afete o moral e o ânimo dos atletas, pois são pessoas sérias e têm os seus limites face a situações de estresse. Penso que estas alegações foram manipuladas, pois muitos dos dados do relatório são enviesados”.

Uma defesa que não impediu o Comité Olímpico Internacional (COI) de pedir sanções disciplinares contra os atletas russos acusados de dopagem, nomeadamente durante os jogos de inverno de Sochi.

Um residente de Moscovo continua, no entanto, a acreditar, “na honestidade das autoridades desportivas. A história dos desportos mostra que não são piores que as autoridades de outros países, incluindo os Estados Unidos e outros. Acredito que se trata de um ataque com motivações políticas contra os nossos desportistas”.

O Comité Olímpico Internacional suspendeu, de forma provisória o antigo presidente da Federação Internacional de Atletismo, Lamine Diack, suspeito de ter recebido luvas das autoridades russas.