Última hora

Última hora

Grécia: Violência em primeira greve geral no novo governo de Tsipras

A Grécia vive esta quinta-feira a primeira greve geral sob o Governo de Alexis Tsipras. Foi convocada pelos principais sindicatos do país contra as

Em leitura:

Grécia: Violência em primeira greve geral no novo governo de Tsipras

Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia vive esta quinta-feira a primeira greve geral sob o Governo de Alexis Tsipras. Foi convocada pelos principais sindicatos do país contra as medidas de austeridade do terceiro resgate.

Os sindicatos contestam a perspetiva da liberalização do mercado laboral, o aumento da idade de reforma, a redução das pensões e o aumento dos impostos, medidas que “diminuem o nível de vida da sociedade grega”.

Um contestatário afirma que “este protesto é a mensagem para o governo de que o povo está atento e em alerta”. Uma mulher explica que “eles [governo] têm que encontrar outras formas equivalentes para evitar cortes nas pensões e nos salários e fornecerem melhores serviços de saúde segurança social”. Uma outra manifestante defende que “temos que manter as nossas crianças cá, a trabalhar cá, a criar famílias aqui. Hoje nós lutamos para manter a Grécia viva”.

A greve afeta os serviços públicos, em especial, com uma paragem de 24 horas do metro, dos comboios. Os barcos ficam atracados. Os voos domésticos sofrem fortes perturbações, senão a paralisação completa.

Tensão elevada na praça Sintagma, em frente ao parlamento, com indivíduos a arremessaram pedras e bombas incendiárias em confronto com a polícia de choque.

Alguns vidros foram partidos em instalações perto da assembleia.

As autoridades detiveram pelo menos três pessoas.