Última hora

Última hora

Transportadoras do Golfo Pérsico na mira do Céu Aberto europeu

A União Europeia deseja que as companhias aéreas do Golfo Pérsico adiram à política de Céu Aberto e obedeçam às suas regras. Esta foi a mensagem que

Em leitura:

Transportadoras do Golfo Pérsico na mira do Céu Aberto europeu

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia deseja que as companhias aéreas do Golfo Pérsico adiram à política de Céu Aberto e obedeçam às suas regras. Esta foi a mensagem que a comissária dos Transportes, Violeta Bulc, trouxe ao salão aeronáutico do Dubai, que encerrou esta quinta-feira: “A Europa tem grandes vantagens: tem um mercado desenvolvido e sólido, uma classe média forte que viaja muito e está disposta a gastar dinheiro e ainda é um líder em matéria de inovação tecnológica. Estes são elementos fortes. Por outro lado as companhias das Golfo são investidoras importantes e precisam de mercados.”

Uma das preocupações dos atores europeus prende-se com o facto de companhias como a Emirates, Qatar Airways e Etihad serem subsidiadas pelos governos do Golfo, quando um dos princípios da política de Céu Aberto prende-se precisamente com a redução destes apoios. Para Violeta Bulc, tem de haver reciprocidade: “Todos temos necessidades e grandes ambições para criar estratégias globais na aviação e acredito que as nossas ambições encontram-se neste ponto. A partir daqui podemos construir algo mas se quiserem desempenhar um grande papel no mercado europeu vão ter de obedecer às regras europeias.”

Na agenda da comissária estiveram também questões ligadas aos setores portuário e ferroviário.