Última hora

Última hora

Ataques de Paris: líderes mundiais reagem no Twitter

Os trágicos acontecimentos em Paris deram rapidamente a volta ao mundo nas redes sociais, multiplicando-se as mensagens de condenação dos ataques e

Em leitura:

Ataques de Paris: líderes mundiais reagem no Twitter

Tamanho do texto Aa Aa

Os trágicos acontecimentos em Paris deram rapidamente a volta ao mundo nas redes sociais, multiplicando-se as mensagens de condenação dos ataques e de solidariedade para com as vítimas e a sociedade francesa, em geral.

Vários líderes mundiais escolheram o Twitter para a primeira reação aos ataques. Foi o caso do presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Junker, ou da chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, que disse que “a Europa está com a França e com os franceses”. Mesma mensagem da parte do primeiro-ministro britânico, David Cameron, que disse estar “chocado” com os acontecimentos.

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, ofereceu “o pleno apoio [dos Estados Unidos] ao povo francês”, enquanto o chefe da diplomacia turca, Ahmet Davutoglu, disse que “o alvo dos ataques é […] toda a Humanidade”.

Os atentados dominam esta manhã as primeiras páginas da imprensa mundial. Horror, carnificina, massacre e terror são apenas algumas das palavras escolhidas para os títulos de jornais dos quatro cantos do globo. Paris novamente a ferro e fogo, pouco mais de dez meses depois dos atentados contra o jornal satírico Charlie Hebdo e um supermercado judaico da capital francesa, que fizeram 17 mortos.