Última hora

Última hora

Moscovo: foi um atentado terrorista que causou a queda do Airbus no Egito

Moscovo admitiu pela primeira vez, esta terça-feira, que foi um ataque terrorista a causa da catástrofe do Airbus russo que caíu no Egito.

Em leitura:

Moscovo: foi um atentado terrorista que causou a queda do Airbus no Egito

Tamanho do texto Aa Aa

Moscovo admitiu pela primeira vez, esta terça-feira, que foi um ataque terrorista a causa da catástrofe do Airbus russo que caíu no Egito.

A informação foi transmitida pelo chefe do Serviço Federal de Informação da Rússia (FSB),Aleksandr Bortnikov, ao presidente Vladimir Putin, que ordenou aos serviços secretos que encontrem os responsáveis pelo atentado que matou 224 pessoas.

“No voo explodiu uma bomba de potência de 1,5kg de TNT. Como resultado, o avião desintegrou-se no ar”, informou Bortnikov, que prometeu uma recompensa de 50 milhões de dólares a quem forneça “informações que permitam deter os criminosos”.