Última hora

Última hora

Inglaterra-França: Mais amigável era impossível

Mais que um jogo de futebol, o amigável de Wembley entre Inglaterra e França foi uma homenagem às vítimas dos atentados de Paris. Dois países

Em leitura:

Inglaterra-França: Mais amigável era impossível

Tamanho do texto Aa Aa

Mais que um jogo de futebol, o amigável de Wembley entre Inglaterra e França foi uma homenagem às vítimas dos atentados de Paris. Dois países historicamente de costas voltadas mas que não hesitaram em dar as mãos para enfrentar um inimigo comum.

Os dois selecionadores, Roy Hodgson e Didier Deschamps, seguiram o exemplo do príncipe William e colocaram cada um uma coroa de flores no relvado.

Depois foi a vez dos adeptos fazerem a sua parte e cantarem o hino francês a uma voz.

Quanto ao jogo em si, confirmou o nascimento de mais uma estrela. Dele Alli, médio de apenas 19 anos, estreou-se a titular na equipa de Sua Majestade e foi ele próprio a abrir o ativo com um remate colocado de fora da área. O seu companheiro de equipa no Tottenham e guarda-redes francês, Hugo Lloris, nada pôde fazer.

A abrir o segundo tempo, o capitão inglês, Wayne Rooney, estabeleceu o 2-0 final mas o resultado era o menos importante em Wembley.