Última hora

Última hora

ONU pede à Europa que não feche as portas aos refugiados

Após os atentados de Paris, o Alto Comissário da ONU para os Refugiados pede aos países europeus que não cedam à tentação de encerrar as fronteiras

Em leitura:

ONU pede à Europa que não feche as portas aos refugiados

Tamanho do texto Aa Aa

Após os atentados de Paris, o Alto Comissário da ONU para os Refugiados pede aos países europeus que não cedam à tentação de encerrar as fronteiras aos refugiados.

O apelo surge numa altura em que o parlamento húngaro dá luz verde ao primeiro-ministro, Viktor Orban, para intentar uma acção contra a distribuição de quotas de refugiados entre os Estados membros, decididas pela União Europeia.

Estes refugiados condenam os ataques de Paris e desejam que a Europa não os abandone: “Os ataques são terríveis, são contra a Humanidade. Contra todas as civilizações. Estes ataques não são contra um povo, nacionalidade ou religião, mas contra todo mundo. “

“Nós estamos a fugir do Afeganistão por causa deste tipo de situação. Penso que tudo isto é muito mau. Estamos muito assustados”.

A Hungria, defende uma linha dura contra os imigrantes, tendo erguido uma cerca de arame farpado na fronteira sérvia e croata.

Segundo o ACNUR, 820,318 refugiados e migrantes cruzaram o Mediterrâneo para chegar à Europa em 2015. Mais de três mil morreram na travessia.