Última hora

Última hora

Franceses mataram Abaaoud

O corpo do presumível “cérebro” dos atentados de Paris, Abdelhamid Abaaoud, foi identificado entre os dois mortos na operação policial de

Em leitura:

Franceses mataram Abaaoud

Tamanho do texto Aa Aa

O corpo do presumível “cérebro” dos atentados de Paris, Abdelhamid Abaaoud, foi identificado entre os dois mortos na operação policial de quarta-feira em Saint-Denis.

Foi através das impressões digitais que os restos mortais do terrorista belga foram identificados, o corpo estava crivado de balas.

A operação das forças especiais francesas, que se prolongou por sete horas, visava capturar este elemento após a obtenção de informações através de escutas, vigilância e testemunhos

Este conjunto de informações conduziu ao apartamento visado pelas forças especiais onde o islamista preparavam novos ataques na companhia de uma dezena de cúmplices.

Na operação morreram duas pessoas, ambas no interior do apartamento cercado pela polícia, uma mulher que se fez explodir acionando explosivos que levava no corpo e um homem, agora identificado como sendo Abaooud, atingido a tiro. Haverá um terceiro morto ainda não identificado.

Cidadão belga, de 29 anos, Abaaoud viajou para a Síria em 2014 para se juntar ao grupo extremista Estado Islâmico, mas as autoridades sabiam que tinha regressado à Europa.