Última hora

Última hora

Aviação russa larga bombas "por Paris" na Síria

A Rússia divulgou esta sexta-feira imagens de mísseis enviados desde o Mar Cáspio supostamente contra alvos do Estado Islâmico na Síria. Ao mesmo

Em leitura:

Aviação russa larga bombas "por Paris" na Síria

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia divulgou esta sexta-feira imagens de mísseis enviados desde o Mar Cáspio supostamente contra alvos do Estado Islâmico na Síria. Ao mesmo tempo, o ministério russo da Defesa e a embaixada russa no Reino Unido publicaram imagens de bombas com a inscrição “Pelo nosso povo” e “Por Paris”, que terão sido largadas pela aviação do Kremlin contra alvos do grupo extremista no território sírio.

As forças russas reivindicaram a morte de mais de 600 insurgentes na província síria de Deir ez-Zour.

Numa videoconferência a partir do Kremlin com responsáveis do Exército, o presidente russo felicitou o trabalho das suas forças e sublinhou que “de momento, não é suficiente limpar a Síria de terroristas e proteger os russos de possíveis atentados”. Vladimir Putin acrescentou que “há muito trabalho pela frente” e disse esperar que “as próximas fases sejam conduzidas da mesma forma, eficaz e profissional”.

Ao mesmo tempo que prossegue a campanha de bombardeamentos na Síria, a Rússia informou o Líbano da realização, nos próximos três dias, de exercícios navais no Mediterrâneo.

Em consequência, as autoridades libanesas disseram que o tráfego aéreo poderá ser afetado. Beirute estabeleceu, no entanto, um grupo de emergência para “garantir a continuidade e segurança das aterragens e descolagens” de voos comerciais no seu território.