Última hora

Última hora

Bangladeche enforca dois líderes da oposição

Dois líderes da oposição do Bangladeche foram executados esta noite por crimes cometidos durante a guerra da independência com o Paquistão, em 1971

Em leitura:

Bangladeche enforca dois líderes da oposição

Tamanho do texto Aa Aa

Dois líderes da oposição do Bangladeche foram executados esta noite por crimes cometidos durante a guerra da independência com o Paquistão, em 1971.

Ali Ahsan Mohammad Mujahid e Salahuddin Quader Chowdhury foram enforcados na prisão central de Daca, algumas horas depois de verem recusado pelo presidente Abdul Hamid os pedidos de clemência.

Mujahid era o “número dois” do mais importante partido islamita do país, o Jamaat-e-Islami, e Chowdhury era um conselheiro próximo de Khaleda Zia, líder da principal formação da oposição, o partido nacionalista do Bangladeche.

A condenação à morte dos dois homens, em 2013, tinha dado início à mais grave vaga de violência no país desde a independência, que se saldou em cerca de 500 mortos. Várias organizações de defesa dos Direitos Humanos tinham criticado o processo, afirmando que não respeitava as normas internacionais em matéria de Justiça.