Última hora

Última hora

Bangladeche enforca dois líderes da oposição

Em leitura:

Bangladeche enforca dois líderes da oposição

Bangladeche enforca dois líderes da oposição
Tamanho do texto Aa Aa

Dois líderes da oposição do Bangladeche foram executados esta noite por crimes cometidos durante a guerra da independência com o Paquistão, em 1971.

Ali Ahsan Mohammad Mujahid e Salahuddin Quader Chowdhury foram enforcados na prisão central de Daca, algumas horas depois de verem recusado pelo presidente Abdul Hamid os pedidos de clemência.

Mujahid era o “número dois” do mais importante partido islamita do país, o Jamaat-e-Islami, e Chowdhury era um conselheiro próximo de Khaleda Zia, líder da principal formação da oposição, o partido nacionalista do Bangladeche.

A condenação à morte dos dois homens, em 2013, tinha dado início à mais grave vaga de violência no país desde a independência, que se saldou em cerca de 500 mortos. Várias organizações de defesa dos Direitos Humanos tinham criticado o processo, afirmando que não respeitava as normas internacionais em matéria de Justiça.