Última hora

Última hora

Segurança reforçada no Parlamento Europeu

Em Bruxelas como em Estrasburgo, onde decorre até 26 de novembro a sessão plenária, as medidas de segurança no Parlamento Europeu foram reforçadas

Em leitura:

Segurança reforçada no Parlamento Europeu

Tamanho do texto Aa Aa

Em Bruxelas como em Estrasburgo, onde decorre até 26 de novembro a sessão plenária, as medidas de segurança no Parlamento Europeu foram reforçadas, no rescaldo dos atentados em Paris.

Em Estrasburgo instalaram-se tendas brancas para intensificar o controlo de documentos.

“Conseguimos reduzir o número de entradas e de saídas que são utilizadas pelos funcionários e pelos próprios eurodeputados. Diria que, logicamente, somos um pouco mais estritos em Bruxelas do que em Estrasburgo porque a situação não é a mesma”, explica Jaume Duch Guillot, porta-voz do Parlamento Europeu.

A segurança também foi redobrada para o mercado de Natal de Estrasburgo que deverá abrir portas esta sexta-feira e que acolhe, regra geral, 2 milhões de visitantes de toda a Europa. O autarca de Estrasburgo, Roland Ries, pensa pedir ao ministro francês do Interior, Bernard Cazeneuve, mais polícias e militares para o terreno: “Planeámos controlos, de bolsas e de pessoas, para evitar a entrada de pessoas armadas.”

Algumas atividades destinadas às crianças foram canceladas por razões de segurança, mas os comerciantes locais não escondem o contentamento pela realização do mercado, apesar de tudo.